background

Xamanismo




“Tudo na Terra tem um propósito, cada doença uma erva pra curar, cada pessoa uma missão a cumprir. Essa é a concepção dos índios sobre a existência”. - Christine Quintasket- Índia Salish


Xamã e uma palavra de origem Tunguska (povo nativo da sibéria), designando uma pessoa que pode “voar” para outros mundos, entrar em um estado extático e ter acesso e contato com seus aliados (minerais, animais e vegetais) , seres de outras dimensões e espíritos ancestrais.

O Xamã é uma pessoa respeitada pela sociedade e com grande poder sobre a mesma e  sabe que pode perder o poder a que está ligado se abusar ou o usar com fins que não sirvam a comunidade. As práticas de curas xamânicas são universais, é um legado do mundo espiritual para a humanidade. Não pode haver fronteiras.



As raízes do xamanismo são arcaicas e alguns antropólogos chegam a pensar que elas recuem até quase tão longe quanto a própria consciência humana. Suas origens datam de 40.000 a 50.000 anos, na Idade da Pedra. Antropólogos têm estudado xamanismo nas Américas; do Norte, Central, Sul. Também na África, entre os povos aborígenes da Austrália, esquimós, Malásia, Senegal, no Tibete onde o xamanismo Bon segue a linha do budismo tibetano, ou seja, em todos os lugares ao redor do mundo. Seus traços estão presentes nas grandes religiões.


O primeiro tratado vem da Sibéria. Uma fonte acredita que os homens/xamãs teriam emigrado durante as grandes glaciações seguindo o rebanho de renas. Eles passaram pelo estreito de Bering ou por uma ponte terrestre que ligava os 2 continentes e espalharam-se pelo mundo.  Encontram-se fenômenos xamânicos similares em todo mundo. Trata-se de um conjunto de práticas, evidentemente adaptadas a cada cultura , a cada crença, mas que em toda parte apresenta o mesmo conteúdo mágico, moral e simbólico. Faz pensar que todos vieram de uma mesma fonte de conhecimento.

O pensamento xamânico ensina-nos que tudo que acontece através da vontade soberana. Cada evolução vem ao seu tempo. Não se deve apressar o rio, mas aprender a tolerância e a paciência. Não mudamos as forças do Universo, mas aprendemos a viajar nos ventos.


O xamanismo traz a consciência de que existe uma energia cósmica vital que está em constante movimento e é absorvida principalmente pela respiração e alimentação. Algumas tribos americanas chamam esta força vital de “mana”. Místicos do oriente a chamam de “prana”, os chineses de “chi” , os japoneses de “ki”.




O xamanismo é universal e isto compreende que todos fazem pate da grande família humana e que tudo está interligado.


Fonte: https://revolucaodosindigos.wordpress.com/category/universalismo/


-------------------------------


Xamanismo Siberiano é um conhecimento ancestral. Não se refere apenas às práticas espirituais indígenas, e sim é um legado universal ancestral para todos os povos da Terra. A origem da palavra Xamanismo é siberiana e esse conhecimento nos põe em contato com a Medicina da terra, ou seja, compreender que todos os 4 elementos (terra, água, fogo e ar) estão na natureza e fazem parte do nosso ser, além de resgatarmos conhecimentos adormecidos como a cura através das plantas muito utilizada pelos nossos ancestrais.

Ao despertarmos para esse conhecimento através de práticas vivenciais vamos ao encontro do Animal de Poder. Esse Animal de Poder está em nós e encontrá-lo nos auxilia na nossa caminhada, proporcionando transformações importantes em nossa vida. O Animal de Poder nos coloca diante de nossas potencialidades adormecidas, isto é, ao nos identificarmos com suas características naturais e a forma como se conduzem toda a sabedoria ativa durante a sua trajetória impulsionando-nos a colocar em prática essas características que identificamos nesse encontro com o animal.

Esse encontro com o Animal de Poder é transformador e nos impulsiona a tomar as rédeas da nossa vida.
O Xamanismo é uma jornada de crescimento e expansão da consciência.
- Geni Lopes




- Terapeuta Xamã e Facilitadora do Estudo Xamânico com práticas vivenciais;
- Psicoterapeuta Vibracional;
- Psicanalista;
- Mestra de Reiki; Cura Xamânica Estelar, Kundalini Tantra Reiki, Teramai Reiki.
- Mestra do Poder Energético Azul;
- Mestra dos Florais Etéricos de Melquisedec e de Orquídeas dos Mestres Ascencionados.


Dirigente do Espaço Bioterapia, com um projeto de levar Terapias e Cursos Online ao alcance de todos com trocas energéticas acessíveis.




-------------------------------

No vídeo abaixo, Vitor Hugo França, do canal Voz dos Elementos no Youtube, nos explica brevemente o que é o Xamanismo. Um excelente canal com diversas informações e projetos.





Gratidão a essas belas almas com trabalhos tão abençoados! Bênçãos sempre! Ahooo!


2 comentários:

  1. A cultura indígena é muito rica, o site www.almaxama.com.br retrata muito isso

    ResponderExcluir
  2. A cultura indígena é muito rica, o site www.almaxama.com.br retrata muito isso

    ResponderExcluir

Imprimir ou Salvar em PDF

Print Friendly and PDF