background

8 de maio de 2019

CONVERSA SOBRE OS ELFOS COM GABRIEL RL



Queridos, com muita alegria e leveza, estamos trazendo algumas perguntas referente ao Reino Dévico, especialmente sobre os Elfos, ao irmão Gabriel Raio Lunar, que gentilmente aceitou e se preparou, em sintonia com as hierarquias da luz através de sua mediunidade nos trazendo os esclarecimentos abaixo com amor e carinho. 

1. Sabemos que pouco se fala sobre os seres dévicos e elementais da natureza, gradualmente isso tem mudado conforme avançamos e os véus se dissolvem, mas ainda existe muita mistificação, informações distorcidas, como também muitas verdades. Os seres conhecidos como Elfos, são muito reservados, o que você pode dizer sobre eles de maneira geral ?

[Resposta] - Sim, a maioria deles são muito simples e reservados. Muito observadores. Eles observam muito as coisas com sutileza. Claro, existem aqueles mais enérgicos e agitados no que diz respeito a tomar a frente de algumas situações em seus agrupamentos, para resolverem certas questões, mas no geral, são realmente mais reservados. São muito gentis e amorosos também, atenciosos e quando precisam falar algo com mais energia falam mesmo, não se bloqueiam. 

2. Sei que existem agrupamentos/povoados desses seres em vários planos, tanto neste orbe como em outros, gostaria que falasse mais sobre isso e sobre a linha de evolução desses seres tão queridos.

[Resposta] - Sim, existem muitos. Um ponto que posso citar é a Irlanda. É um lugar muito ativo dessas energias. Muitos deles também habitam a Terra interna, alguns em corpos físicos mesmo, de vibração de quarta e quinta dimensões superiores. Há também alguns agrupamentos destes não apenas reservados mas como também, digamos, “anti-sociais”, no que diz respeito a contato com outras raças, mesmo a deles. Há também uma certa variação de personalidades, grupos, e isso varia de acordo com a região. Quando eles expandem ainda mais suas consciências, eles sobem a hierarquia de guardiões dévicos, e passam também a coordenar certas atividades no planeta. Muitos deles vieram do sistema estelar das Plêiades, e estão em corpos físicos até hoje aqui na Terra, e outros já trocaram de corpos, ainda permanecendo nos reinos dévicos. 

3. Como identificar a presença dos Elfos na Natureza ? Eles deixam alguma impressão?

[Resposta] - Perfume, eles são muito perfumados. É o que posso dizer. Um maravilhoso perfume particular deles de flores e as vezes amadeirado particular. Eles, como são muito reservados, não costumam deixar muitos rastros, falando mais precisamente de suas expressões mais físicas, mas quando sentem-se a vontade de se aproximar de um humano da superfície, o fazem sem rodeios. No geral, ficam só observando atentamente. Muitos humanos entram em bosques para passear, descansar, e eles ficam observando ao longe e as vezes em cima das árvores - amam árvores também! Amam ficar entre os falhos observando. 



4. Os Elfos e as fadas podem ficar não harmônicos ao absorverem cargas negativas como os elementais ou eles já sabem lidar melhor com isso no sentido de já terem vivenciado essas experiências ?


[Resposta] - Eles sabem lidar melhor com isso, eles tem seus próprios campos de proteção altamente poderosos, mas sim, também existem aqueles ainda que são muito sensíveis e podem sim se deixar levar por determinadas cargas negativas e/ou frequências dos pensamentos humanos, mas são muito, muito raras essas “quedas” energéticas. Quando um do agrupamento percebe que o outro está indo para esse lado mais negativo, “socorrem”, levando-o a câmaras cristalinas ou algo assim. São muito ágeis também nesse sentido, não se permitem contaminar fácil pela negatividade do planeta porque no passado já se prejudicaram muito com isso. Agrupamentos inteiros foram destruídos em guerras (fisicamente falando), e eles ficaram bem atentos a isso e ao menor sinal dessa entrada negativa já resolvem. 

5. Recentemente, através da mediunidade de uma amiga, fiquei sabendo que um elemental se manifestou no meio de uma reunião mediúnica num centro espírita, foi uma grande surpresa a todos, e o elemental disse que estava se preparando para encarnar num corpo humano e disse algumas outras palavras. Minha pergunta é se é comum os devas, elfos, e elementais decidirem ter experiências como humanos ? Ocorre desde eras passadas ? Pode nos dizer mais sobre isso ?


[Resposta]Sim, é comum, você por exemplo [referindo-se a mim, Leony] é um deles encarnado na superfície. (Risos). É comum sim, e eles tem decidido entrar mais no reino humano nos últimos tempos, para ajudarem mais diretamente a humanidade da superfície. Eles tem deixado seus corpos físicos energeticamente superiores em suas câmaras e seus espíritos tem entrado no processo encarnatório normal desse planeta. Você [novamente me mencionando, rs] também é um dos que deixou seu corpo em uma espécie de hibernação em uma zona da Terra interna, abaixo da Irlanda. Você tem um corpo lá embaixo (risos). Lembra do filme Avatar? Mais ou menos daquele jeito. (Há muitos seres dévicos encarnados e outros mais se preparando, que alegria!)

6. Existem seres dévicos que também atuam como mentores e guias ? E também como apoiadores de alguns representantes desses reinos aqui na superfície ? Se sim, por quais motivos ?

[Resposta] - Sim, existem. Muitos. Existem por vários motivos, um porque como disse, muitos deste reino estão encarnando no reino humano e os que não encarnaram querem apoiar como mentores espirituais destes que encarnaram para que eles não se percam na negatividade da Terra, daí decidem ajudar desta forma. Segundo porque sentem-se bem fazendo isso também, isso ajuda-os a expandir suas consciências, já que são mais reservados no que diz respeito a contato mais físico, aproximam-se mais espiritualmente para ajudar, não apenas os dos seus agrupamentos mas qualquer humano que os chame com coração aberto e intenções genuínas e amorosas. Eles são muito amorosos e muito verdadeiros, então, naturalmente sentem-se atraídos por pessoas assim, nesta mesma vibração, e fazem de tudo para ajudá-las como podem. (Muito lindo isso!)



7. O que exatamente são selos dévicos ?

[Resposta] - São uma espécie de código especial deles, para tratar tanto de padrões de energias e pontos de determinadas atuações deles. Também pode-se dizer que são pontos de força específicos deles. É a informação que tenho no momento. (Daqui um tempo eu, Leony, pretendo falar mais sobre esse assunto)

8. Conforme permissão e vontade divina, nesse momento há algum ser que queira nos transmitir alguma mensagem ?

“Nós temos um desejo enorme de poder estar mais presente em suas vidas, tanto na forma física como na forma espiritual, e temos visto o quanto a humanidade da superfície está se abrindo para isso, nos trazendo seus corações e sentimentos mais puros, o que nos atrai e possibilita essa aproximação. No passado estivemos ainda mais próximos, quando em Lemúria e Atlântida. Pouco a pouco estamos aproximando nossos povos da superfície, e confiando que nossas interações e conexões serão ainda mais valiosas do que no passado, considerando também que muitos de nós estão entre vocês. O que, na verdade agora queremos, é unificar, é reunirmos como um só povo, como sempre fomos, mas que devido a muitos conflitos e certas situações fomos “cada um ficando no seu canto”, mas nunca foi para ser assim e chegou a hora da nossa reunificação. Eu estou muito feliz de ser a transmissora dessa mensagem aos humanos da superfície e claro, a todos dos nossos que estão entre vocês. Eu falo do interior da Terra, eu me chamo Anivah. Sou uma Elfa, meço 2 metros de altura (sou bem alta), tenho pele branca, orelhas tradicionais do meu povo, olhos verde escuro e tenho um cajado na minha mão direita. Meus cabelos são longos, ondulados, na cor castanho escuro. Sou uma espécie de sacerdotisa e líder do meu agrupamento aqui. Queridos humanos da superfície! Que alegria falar com vocês! Transmito nossos fraternos abraços e desejosos de aproximações ainda maiores! Amor e Fraternidade Eternamente! 

Os Elfos."


Canal: Gabriel RL - Sementes das Estrelas

Gratidão querido amigo, por esta oportunidade e por nos trazer essas informações tão interessantes de maneira pura e simples, assim como também são os Elfos. 
Gratidão e Bênçãos!
Leony

*******


1 de maio de 2019

COMUNICANDO-SE COM OS ELFOS




Os elfos não são seres que possam ser subjugados para se obter algo, pois sua natureza é bem diversa dos outros elementais. Eles são muito independentes e jamais alimentarão desejos humanos torpes e egoístas. 

Para entrar em contato com os elfos, deve-se dirigir a lugares onde costumam habitar: bosques, clareiras, florestas, rios, lugares que não costumam ser visitados pelos seres humanos. 

Ao se chegar ao local, deve-se sentar-se no solo ou em uma pedra e chamá-los com amabilidade. Faça orações, mantras e cantos a mãe natureza. 

Pode-se também levar alguns presentes como mel, frutas, flores, metais claros, óleos essenciais, poemas, canções, pinturas e artesanatos.

De uma maneira geral a flor preferida dos elfos é o lírio (qualquer tipo), mas eles apreciam também rosas brancas, violetas e trevo-da-sorte e flores silvestres (aquelas que costumam nascer no mato).

Incensos que os elfos apreciam: Violeta, Jasmim, Mirra, lírio, maçã verde, lavanda e outros a base de ervas e amadeirados.

Pedras: Quartzo branco e quartzo verde; fuchsita verde e fuchsita rosa; amazonita; crisoprásio; fluorita; e pontas lemurianas.

Canto Élfico



Playlist com mais Cantos Élficos clicando aqui.


Faça invocações

Em nome de Deus peço a presença do amado Lemuel (Representante Cósmico dos Grandes Devas da natureza e Seres Elementais), Aurora (Guardiã Cósmica dos Elementais e sua Representante Divina) e aos trabalhadores e zeladores da natureza e a Arcanjo Miguel.


🍃 Atenção: Não é necessário pedir nada, apenas desfrute da mágica companhia dos elfos. Se conseguir despertar atenção, já será uma grande vitória. 🍃 


Namastê!

Adaptação de texto e postagem das seguintes fontes:

https://www.facebook.com/devaseespiritosdanatureza

http://ufologiaespiritualidade.blogspot.com/2009/02/seres-elementais.html

-------

Mais sobre a presença, trabalho, e contato com os seres dévicos clicando aqui.



25 de abril de 2019

UM POUCO MAIS SOBRE A SÁLVIA



Você já deve ter ouvido falar sobre a sálvia, não?

É uma planta muito antiga, cultivada principalmente para fins medicinais, onde suas folhas são usadas para o preparo de chás ou temperos.

Mas há quem a cultive como planta ornamental e também para fins energéticos através de banhos, defumações, etc.

A Salvia officinalis, também conhecida como sálvia, sálvia-comum, sálvia-das-boticas, ou sálvia-rubra. É nativa da região Mediterrânica.



Fitoenergética

Ajuda a poder explicar as coisas de forma científica, criar argumentos que convençam, saber explicar de forma correta de acordo com o público expectador, ser criativo, dinâmico, e rápido nas palavras; estimula o dom da palavra falada.

Atua principalmente no 5º chakra (laríngeo).

Também atrai sabedoria, proteção, saúde e vida longa. Dissolve energias maléficas. Auxilia na realização de desejos. Muito usada em rituais de consagração e purificação.


Sálvia na Umbanda

Uma das ervas mais usadas em defumações em diversas culturas e religiões pela sua capacidade de queima, mesmo sem a brasa do carvão e pelo aroma agradabilíssimo que proporciona.

No uso ritualístico, a sálvia é erva consagrada que carrega uma vibração de “ancestralidade”, remetendo a um clima de sabedoria anciã, por isso associada aos Orixás Obaluaiê, Nanã e Oxalá. As defumações com sálvia, sozinha ou compostas com resinas, proporcionam excelente purificação e iluminação espiritual para as pessoas e o ambiente.

Nos banhos, é extremamente equilibradora, proporcionando “pés no chão”, capacidade de discernimento, sabedoria e propiciando melhores condições para tomada de decisões.

Lembrando que é indicado usar sempre a Salvia officinalis.

Classificação – Morna ou Equilibradora.

Função – Estabilizar, Evocar, Apaziguar, Magnetizar, Curar, Transformar.

Orixás – Nanã, Obaluaiê, Oxalá.

Cor Energética – Azulada cristalina ao violeta.


Como plantar ?

Você pode plantar a sálvia em vasos ou até mesmo diretamente no solo. Fica a sua escolha.

Esse plantio pode ser feito através de touceiras ou pelo meio mais comum: sementes.

Caso resolva germinar as sementes em sementeiras, transplante quando as mudas ficarem grandes o suficiente para serem manuseadas sem que isso traga danos à elas.

As sementes devem ser plantadas a 1 cm de profundidade aproximadamente e a germinação leva cerca de duas ou três semanas para acontecer.

Se você decidir plantar a sálvia em vaso, é importante saber que ela sobrevive em vasos menores, mas caso você queira um pleno desenvolvimento da planta, deve apostar em vasos de tamanho grande.

Observe sempre se não há plantas invasoras sondando a sua sálvia. Essas plantas concorrem por nutrientes e recursos, e caso você as encontra não hesite em retirá-las.

É importante que as plantas sejam substituídas depois de três a cinco anos para manter uma boa produtividade e qualidade. Após esse período elas se tornam muito lenhosas.

Clima

Essa planta tão apreciada tem uma certa preferência por clima subtropical. Sendo assim, o seu cultivo é adequado em temperaturas entre 3°C e 29°C.

Ela se desenvolve melhor em temperatura amena, mas é importante que receba luz solar direta por algumas horas diárias.

Solo

O solo para o plantio de sálvia deve ser bem drenado, leve, bem fértil e rico em nitrogênio.

A planta é muito tolerante quando ao tipo de solo e pH, mas é necessário que ele não retenha muita água. Isso prejudica o seu crescimento.

Irrigação

As regas devem ser feitas de modo a manter o solo levemente úmido.

Como sabemos, o excesso de água é prejudicial as plantas, principalmente em regiões de baixa temperatura.

Há plantas que depois de adultas são um tanto quanto resistentes a curtos períodos de estiagem.

Colheita

A colheita das folhinhas de sálvia deve ser iniciada quando as plantas já estiverem bem desenvolvidas.

No primeiro ano de cultivo, deve ser feita uma colheita leve. Já nos próximos anos, você conseguirá duas grandes colheitas por ano.

A colheita pode ser feita de 90 a 120 dias após o plantio e para o uso doméstico, é necessário colher as folhas ou ramos apenas quando necessário.

Essas folhas ou ramos devem ser colhidas antes que a floração da planta se inicie. Isso acontece geralmente a partir do segundo ano da planta.

As folhas podem (e geralmente são) utilizadas frescas, mas há quem as utilize secas. Para o processo de secagem é necessário um local fresco e bem ventilado. Nunca expor as folhas à luz solar direta.


Propriedades medicinais

As propriedades da sálvia incluem sua ação anti-inflamatória, anti-reumática, balsâmica, cicatrizante, digestiva, anti-sudorífica e tônica.

Também pode ser utilizada para tratar gengivite, bronquite e diabetes, além de aliada contra as ondas de calor na menopausa.

Contraindicações

A Sálvia officinalis é contraindicada para gestantes, lactantes, pessoas com distúrbios nos rins e mulheres no período menstrual. Os efeitos adversos da planta incluem irritação na pele e aumento da pressão sanguínea.


Fonte: http://www.luzdaserra.com.br/para-limpeza-pessoal

https://www.tuasaude.com/salvia/

https://blog.plantei.com.br/como-plantar-salvia/


31 de março de 2019

NOVE PLANTAS INDICADAS PARA ÁREAS INTERNAS



Separamos nove dicas de plantas que costumam ser indicadas para o cultivo em áreas internas, por se darem bem em ambientes com iluminação indireta (ou acesso à luz solar em apenas algumas horas do dia) e pouca ventilação. Isso porque muitas pessoas moram em apartamento e esta acaba sendo a única opção. Além disso, mesmo que você disponha de um jardim externo, o cultivo de plantas dentro de casa pode ser integrado à decoração, com a finalidade de deixar o ambiente mais agradável e, de alguma forma, aproximar você da natureza.

Então, confira as nossas dicas:

1) Orquídeas


As orquídeas são uma das plantas mais comuns de serem vistas em ambientes internos. A escolha por elas certamente passa pela beleza oriunda das suas flores, de diferentes formatos e cores. Bastante delicadas, as orquídeas devem ser cultivadas à meia-sombra, de maneira a receber iluminação de forma indireta. 


2) Espada-de-são-jorge


Além do uso ornamental, a espada-de-são-jorge costuma ser conhecida como uma planta que protege de mau-olhado e outras energias nocivas. O cultivo é recomendado a meia-sombra, mas ela suporta bem o contato direto com a luz solar, sendo capaz de suportar tanto o calor tropical quanto o clima frio. Além disso, é uma das poucas plantas capazes de suportar tanto o ar-condicionado quanto a fumaça de cigarro.


3) Bromélias



As bromélias se destacam por sua beleza e se adaptam tanto aos ambientes externos quanto aos ambientes internos. Dentro de casa, porém, é importante não privá-las de luminosidade, pois esta é fundamental para o seu bom desenvolvimento.


4) Violetas



Apesar de precisarem de luminosidade para florescer, as violetas devem estar sempre protegidas de qualquer incidência de luz solar direta. Além disso, a planta é sensível às oscilações de temperaturas, tendo o desenvolvimento comprometido em situações de calor e frio excessivos. A rega deve ser bem moderada e com pouca água Por isso, o melhor é arranjar um cantinho para elas no ambiente interno, para que floresçam bonitas e saudáveis.


5) Samambaias



As samambaias são plantas que crescem na sombra e não gostam de locais onde há ventos constantes. Por isso, os ambientes internos acabam sendo uma boa opção para elas. No entanto, elas são consideradas plantas altamente exigentes em relação à umidade do solo. Assim, recomenda-se manter o seu vaso sempre úmido, para evitar que suas folhas fiquem amareladas e sequem rapidamente.

6) Lírio-da-paz



O Lírio-da-paz deve ser cultivado sempre à meia-sombra e regado frequentemente. A planta, que tem crescimento rápido no verão, não tolera o frio. Uma das suas características mais marcantes é a sua flor de cor branca, mas que pode se tornar esverdeada com o tempo e em decorrência de ambientes mal iluminados.

7) Suculentas


Diferentes tipos de suculentas e cactos em vasos.
As suculentas são uma boa opção para quem dispõe de pouco espaço e tempo, uma vez que consomem pouca água. Fáceis de cultivar, elas possuem diversos tipos de cores, formas e texturas e podem se somar aos mais diversos tipos de decoração. No entanto, atenção: elas carecem de ambientes iluminados para sobreviver e, dependendo da espécie, de contato direto com o sol por algumas horas do dia. Assim, no cultivo interno, o mais adequado é que você as posicione próximo às janelas.

8) Antúrio



Adequado para o cultivo em vasos, o antúrio pode ser mantido em local com luz solar direta, mas desde que haja uma boa iluminação natural. Quanto à irrigação, o solo deve ser mantido sempre úmido, mas sem ficar encharcado. Além disso, o antúrio não suporta temperaturas muito baixas e cresce melhor em condições de alta umidade relativa do ar. 

9) Zamioculca




A Zamioculca é uma planta resistente, aguentando a falta de exposição solar assim como um longo tempo sem receber regas. É bastante conhecida pela utilização na decoração de ambientes internos, destacando-se pela beleza de suas folhas super brilhantes, com o aspecto de cera, em tom de verde escuro. Seu solo deve ser apenas ligeiramente úmido, sendo preferível deixá-la passar sede a regar em excesso. 


Matéria por: Alan Faleiro

Fonte: https://blog.plantei.com.br/

*******

19 de março de 2019

REFLEXÃO SOBRE REFORMA ÍNTIMA E TRANSIÇÃO PLANETÁRIA



Muito se fala sobre a atual Transição Planetária, sobre a transformação do planeta para um mundo em Regeneração, mas então te pergunto onde acontece a real transição?

Precisamos olhar para dentro, enxergar a nós mesmos, tocar nossa própria alma. A real transição está em nosso interior, não haverá transformação externa se não houver mudança interna, e isso é literalmente um trabalho de 'formiguinha' o qual muitos já vem fazendo em silêncio, e muitos ainda negligenciam e se iludem.

A real transição tão comentada e discutida acontece na flor da nossa própria consciência individual para que seja refletida na consciência coletiva; precisamos jogar as muletas e crenças limitantes, dissolver o que relutamos em aceitar, e nos firmar nesse trabalho de reforma íntima com todo o impulso da nossa alma.

"Muitos serão chamados, mas poucos os escolhidos". Há diversas interpretações dessa frase, e no momento eu penso que o fundamento a qual é referido é simplesmente de que somos sim muitos (consciências individuais), sendo CHAMADOS A DESPERTAR e agir conforme o que clama nossa alma, através da ESCOLHA interior de cada um, pois Deus Pai/Mãe também é o próprio livre-arbítrio manifesto e compreende com honra que cada um tem seu processo individual de desenvolvimento pois também somos Deus em ação.

O ponto que quero chegar é: nós estamos olhando para dentro ? Ou estamos apenas procurando muletas, ilusões, e condicionamentos para nos sentirmos 'seguros' e 'felizes'? O amparo também vem de dentro, é conhecer a si mesmo e saber do seu pleno potencial, é se espelhar no outro com tudo o que somos, e deixar pra trás o que não somos, é amar a si mesmo incondicionalmente para ter a força necessária em mudar o que precisa ser mudado e valorizar o que precisa ser reconhecido, e então, só então a transformação se inicia, não pense que vem de um dia para o outro, a lapidação é gradual, todas as árvores que existem nasceram de pequenas sementes.

Pensemos nisso!

*******

15 de março de 2019

PSICOLOGIA E ESPIRITUALIDADE - O PODER DAS FLORES



O poder das flores é tão incrível e eficiente que muitos chamam de Povo Flor, verdadeiras consciências luminosas em desenvolvimento e ao nosso dispor.

Confira abaixo essa relação entre Psicologia e Espiritualidade, com base nas flores oriundas de plantas medicinais.

Flores de Alecrim

Alecrim – Ativa o perdão e o vínculo com a vida pelo coração. Auxilia a reformular todos os sentimentos interiores e a lutar contra a depressão. Potencializa a vontade de viver, ajudando-nos a nos relacionar melhor com o mundo que nos cerca.

Alfazema – Promove o discernimento sobre a realidade, favorecendo o ato de refletir. Equilibra o sistema nervoso central. Auxilia a tomar decisões com segurança. Combate o nervosismo, a histeria e a insegurança mental. Combate a tendência de colocar o carro na frente dos bois.

Anis – Amplia as energias do coração; permite entregar-se sem medos e sem esperar nada em troca.
Presente lunar umbilical – Acalma e fortalece as emoções interiores ligadas a laços maternais; proporciona discernimento acerca de nossas cobranças pessoais, para determinar seus limites. Combate o sentimento que predispõe a pessoa a acreditar que deve estar sempre disponível, no presente, para atender às solicitações dos que a cercam.

Arnica – Reúne energias dispersas e pendências na memória, trazendo-as para a mente concreta. Combate o mau hábito de adiar pequenos compromissos e atividades do dia-a-dia por não considerá-los importantes.
Passado lunar básico – Fortalece a base lunar, combatendo e eliminando sentimentos de castração relacionados à figura da mãe. Auxilia a solucionar assuntos pendentes relativos ao lado feminino da personalidade.

Arruda – Proporciona limpeza, proteção e força espiritual. Indica a necessidade de se proteger espiritualmente. Ativa o fogo interior e penetra toda a base da memória. Potencializa todos os chakras.

Artemísia – Desperta a vontade de agir e de dar forças às próprias idéias. Fortalece a consciência do corpo físico e de sua relação com a matéria.
Futuro solar esplênico – Promove a segurança em relação aos projetos para o futuro, despertando a confiança na conquista dos objetivos estabelecidos.

Assa-peixe – Libera os desejos reprimidos e a sensualidade. Permite que o corpo se expresse sem culpas geradas por conceitos sociais. Integra a sensualidade e os sentimentos, estabelecendo a correspondência entre eles. Predispõe para que nos permitamos ser tocados intimamente.

Babosa – Diminui o fluxo de energia mental, contraindo-o por meio da estimulação do corpo físico. Fortalece a aura humana e combate sua dispersão no plano mental. Acalma a mente preocupada com o futuro.
Passado solar básico – Combate e elimina os sentimentos de castração relacionados à figura do pai. Proporciona segurança para lidar com as questões materiais.

Bálsamo – Abranda as emoções e ajuda a liberá-las de forma suave, feminina. Combate a repressão dos sentimentos de compaixão e de maternidade.

Beldroega – Atua como uma vitamina, ampliando a energia vital e distribuindo-a quantitativamente por todos os chakras. Proporciona o impulso necessário para se viver um novo momento e para se tranquilizar em relação ao futuro.
Futuro lunar básico – Desperta os instintos de sobrevivência por meio do auto-equilíbrio bioquímico. Promove a segurança em relação ao futuro.

Boldo – Alivia e acalma as tensões geradas pela intempestividade. Limpa a área emocional e sentimental por meio dos emunctórios naturais. Para momentos em que tensões saturadas estão reprimidas por fatores externos.
Passado lunar umbilical – Corta os cordões umbilicais naqueles que apresentam a tendência de atrair para si problemas alheios, terminando, com essa atitude, por se intoxicar.

Borragem – Libera a espontaneidade e o humor. Indicada para aqueles que necessitam reencontrar a euforia e a liberdade infantis.

Camomila – Atua sobre as emoções, purificando-as e transformando a expectativa em calma e confiança. Combate a ansiedade, principalmente em crianças e adolescentes, bem como a insegurança diante de situações ainda não definidas.

Cânfora – Eleva e expande a energia do corpo para a mente, trazendo a sensação de consciência espiritual e de desapego. Combate a tendência ao materialismo e as tensões físicas geradas pela falta de confiança diante de fatores externos cujos rumos não nos cabe controlar.

Capuchinha – Estimula a circulação periférica e favorece o fluxo de energia nos meridianos. Combate a carência de afeto e de toque.
Integrativo esplênico – Integra as figuras masculina e feminina relacionadas a nossos pais, aumentando a resistência e o metabolismo. Combate traumas e carências gerados pela separação física desses dois arquétipos.

Carqueja – Contrai a região emocional e combate os medos e inseguranças gerados por situações que se apresentam aparentemente sem controle. Diminui as expectativas daqueles que esperam muito dos outros.
Presente solar umbilical – Melhora o fluxo de energia emocional e o mantém sob controle. Evita a expressão de expectativas diante de situações novas.

Catinga-de-mulata – Atua sobre o chakra umbilical, promovendo a limpeza de miasmas adquiridos em ambientes públicos. Combate a ocorrência de pesadelos após refeições, a perda de energia, a compulsão por alimentos, os bocejos e os gases que produzem a halitose.

Cavalinha – Promove a diurese sem acarretar perda de sais. Equilibra a coluna vertebral e melhora o fluxo de energia em todo o sistema nervoso central.
No tarot, representa o coringa e a roda da vida. Indica que a situação analisada dependerá de fatores externos ao consulente para se resolver.

Chapéu-de-couro – Integra todos os chakras, dando dinâmica ao corpo astral. Limpa e melhora o fluxo de energia vital. Para momentos de estafa ou nos quais não haja perspectiva de mudança. Combate e recupera da intoxicação por drogas, bebidas e fumo.
Passado solar umbilical – Expurga sensações de mal-estar momentâneo, nos fortalecendo; combate os medos gerados pela imagem do pai no passado.

Coentro – De efeito revitalizador, excita todo o corpo, colocando-o em movimento e combatendo a sensação de marasmo diante de mudanças inevitáveis.

Confrei – Trabalha com a reestruturação do ser, despertando sua força regeneradora e estimulando a consciência de seu potencial de reconstrução. Para momentos em que se vive a sensação de fim de linha, motivada por experiências recentes e desgastantes. Combate a tendência à autodestruição oriunda do cansaço de lutar.

Dente-de-leão – É uma forte vitamina que alimenta os chakras, principalmente o umbilical, melhorando sua capacidade de absorver prana. Recupera o corpo de traumas e perdas de energia. Indicado para os que estão no meio do caminho e precisam de força e controle emocional para continuar lutando.

Espinheira-santa – Harmoniza o chakra emocional, integrando-o com os sentimentos e a razão. Desperta o discernimento acerca de quando se deve parar de ajudar os outros, para que não o façamos indiscriminadamente, toda vez que solicitados. Auxilia a impor limites.

Gervão – Ajuda a despertar a capacidade de descarregar emoções fortes, evitando o acúmulo de raivas e de sentimentos depressivos na aura. Indicado para aqueles que aparentemente são passivos, mas que internamente têm vontade de gritar.

Girassol – Integra as forças do Eu Superior e do Eu Inferior, fortalecendo a personalidade e o espírito. Desperta a consciência dessa dualidade, favorecendo a capacidade de liderar naturalmente e com discernimento, de modo a saber quando dizer ?sim? e quando dizer ?não? diante do coletivo.
Guiné – Combate miasmas e cargas negativas de ambientes e pessoas em toda a aura. Para momentos de cansaço sem causa aparente, e para proteger-se astralmente de situações pesadas.

Hortelã – Descongestiona e reduz a freqüência dos chakras emocional e sentimental. Libera as emoções retidas, transformando-as em bem-estar. Combate a tendência a não se permitir descontrair por administrar os impulsos emocionais com o intelecto.
Passado solar cardíaco – Purifica e melhora o fluxo de energia vital no chakra cardíaco. Expurga sensações de insegurança e tristeza em relação à figura do pai dominador. Suaviza as forças do ego e da agressividade masculina.

Ipê – Direciona e harmoniza as informações da mente num só lugar, combatendo a dispersão mental e auxiliando a traçar as prioridades que o espírito julga mais adequadas para o momento.

Jaborandi – É uma forte vitamina. Integra e revitaliza todos os chakras, nos planos físico e comportamental. Combate a dispersão oriunda do cansaço físico e mental. Não permite a tendência linear de se separar emoções, sentimentos e razão.
Jurubeba – Atuando nos primeiros corpos da aura, desintoxica-os e acelera os processos de limpeza do passado. Combate o sentimento de apego em relação a pessoas, objetos e lugares, não permitindo que se compare o passado com o presente, nem que se considere que tudo, no passado, foi melhor. Auxilia a reconhecer a realidade imediata.
Passado lunar esplênico – Descongestiona e fortalece o lado feminino, trazendo segurança e valorização no plano da sensualidade.

Macela – Excelente calmante para os momentos de parada total. Indicado para relaxar imediatamente o corpo, a mente e o espírito. Desperta a passividade e a entrega.

Manjericão – Desperta a sensualidade e o prazer nas relações físicas com o mundo que nos cerca. Combate a negação do corpo e a frieza dos toques, estimulando as energias internas da procriação.
Passado solar esplênico – Elimina o medo de se expressar no plano da sensualidade. Combate a timidez em relação ao próprio corpo, soltando-o e liberando-o de forma suave e segura.

Melissa – Estimula os sentidos e amplia a visão interna para a realidade presente. Acalma profundamente o corpo e o espírito nos momentos de tumulto. Desperta a segurança e a esperança de que sempre há uma luz no fim do túnel.

Mentrasto – Predispõe à iniciativa de abrir o coração para os outros. Combate o medo de novas amizades e relações por não se sentir valorizado. Estimula a sair do mundo pessoal e fechado para ampliar o leque de relacionamentos.

Mil-folhas – Desintoxica a aura humana como um todo, a partir do chakra cardíaco. Para momentos de retomada, após perdas sentimentais ligadas à família, traumas de separação ou para combater imagens pesadas que provoquem depressão sentimental e pânico.
Passado lunar cardíaco – Combate a depressão por não se sentir amado pela figura da mãe. Otimiza os processos de expurgo sentimental, não permitindo o acúmulo de revoltas pessoais em relação aos outros.

Pfáfia – Tônico dos chakras, da aura e dos neurônios. Revigora as energias enfraquecidas e débeis, ampliando os comandos nervosos em todo o corpo. Indicada para momentos de retomada, após tratamentos fortes e agressivos. Combate o cansaço de viver, o estresse, a estafa física e espiritual.
Integrativo básico – Direciona toda a energia espiritual e física para o corpo. Ancora a consciência na terra e melhora o fluxo de energia na kundalini.

Picão – Contrai intensamente os chakras, promovendo um movimento egocentrado. Ativa as forças do amor-próprio para o gostar de si, estimulando o autocuidado e combatendo sentimentos de autopunição.
Presente lunar básico – Acelera os processos de retomada da energia vital e da sexualidade interior.

Sabugueiro – Aumenta o fluxo de energia nos meridianos e nervos. Indicado para os momentos que exigem decisões rápidas e eficazes, quando o tempo não nos favorece. Combate a insegurança gerada pela dúvida.

Sálvia – Regenera e amplia toda a energia vital, expandindo a aura integralmente. Fortalece a sensação de segurança, colocando energias inertes em movimento. Para os momentos em que é preciso tomar decisões ligadas a nossas mudanças comportamentais. Combate a sensação de impotência resultante da descrença em nossa capacidade de mudar.

Serralha – Excelente tônico e renovador da energia dos chakras da emoção e do sentimento, cria um movimento que se volta para o ego, revitalizando-o e combatendo o sentimento de amor-próprio ferido.
Futuro lunar esplênico – Revitaliza os valores internos ligados ao corpo físico. Combate o medo do futuro e ajuda a assumir a realidade dos limites do corpo trazida pelo avanço da idade.

Sete-sangrias – Excelente vitamina para o sangue. Faz circular a energia na corrente sanguínea. Combate a apatia daqueles que não conseguem manter sua energia num objetivo pessoal.

Tanchagem – Estimula as forças da iniciativa, para evitar que se dependa de fatores externos para ir à luta. Combate a dependência dos outros.
Presente solar básico – Para momentos de tomada de decisões que exigem força e coragem. Auxilia a trazer os sonhos para a realidade da vida, a construir e a dar forma a seu caminho material.

Trapoeraba – Ativa a circulação na base do corpo, trazendo clareza e segurança no caminhar. Combate o medo da fraqueza física e mental, melhorando os reflexos e tonificando o corpo e a mente.
Futuro solar básico – Desperta a consciência do instinto imediato, ajudando a nos defender dos fatores externos inusitados.

Verbasco – Contrai as emoções rapidamente, melhorando o fluxo de energia no chakra umbilical. Combate o sentimento de extrema maternidade daqueles que se envolvem com os outros por meio de cordões umbilicais, extrapolando os seus próprios limites.
Integrativo umbilical – Libera os cordões umbilicais materno e paterno, ajudando a vencer a insegurança que nos impede de trilhar sozinhos nosso próprio caminho.


Plantas II – Flores oriundas de Jardins e Árvores 

Abutilom – Combate a estafa mental, fortalecendo o cérebro e ativando o fluxo de energia em todas a glândulas do interior da cabeça. Proporciona apoio nos momentos em que lidamos com projetos desgastantes e que não podem ser interrompidos.

Açucena – Libera todos os centros nervosos e chakras, expandindo-os. Combate a timidez, principalmente a daqueles que precisam se impor como realmente são.
Presente solar laríngeo – Proporciona segurança, nos auxiliando a externar tudo o que somos e pensamos.

Agapanto – Expande a mente e o coração em relação às atitudes pessoais, principalmente naqueles que apresentam dificuldade para descobrir respostas nos conselhos da vida. Combate a teimosia e a crença de ser o dono da verdade, quando sob crítica.
Passado lunar frontal – Não permite o acúmulo de pensamentos analíticos na aura, ampliando a sensibilidade em relação a saber ouvir e a não julgar.

Aguapé – Promove a ampliação da criatividade naqueles que se sentem inseguros acerca dessa capacidade. Para os que precisam se inspirar constantemente, mesmo sob pressão mental.
Futuro solar coronário – Estimula o contato mais profundo com a inspiração, favorecendo a capacidade criativa e de leitura intuitiva das tendências do futuro.

Alamanda – Expande as forças da personalidade na mente concreta e desperta a ousadia de mudar, com coragem e determinação.
Futuro solar laríngeo – Mergulha na mente concreta, proporcionando a coragem de encarar novas idéias, e desperta a capacidade de ver ao longe com objetividade.

Amor-perfeito – Sutiliza os movimentos e pensamentos de autodefesa naqueles que reagem com gestos e palavras fortes por se sentirem constantemente ameaçados e perseguidos.

Araucária – Fortalece o espírito e a mente, estimulando-a a estabelecer um contato mais profundo com a vida interior. Para momentos de perturbação externa, quando se torna necessário um contato maior com a força do espírito.

Azaléia – Expande e descongestiona a área sentimental em momentos de amargura, decepção e tristeza com os rumos da vida.
Presente lunar cardíaco – Acalma a área sentimental, nos reconfortando e despertando as sensações de amor-próprio e de bem-querer. Fortalece o ego feminino.

Begônia – Contrai o chakra laríngeo, diminuindo o fluxo de energia empregado com a palavra, principalmente naqueles que contam seus projetos antes de realizá-los ou que falam demais.
Passado lunar laríngeo – Acalma e purifica a energia nesse centro, combatendo a compulsão por falar e reduzindo a expressão vocal ao estritamente necessário. Proporciona segurança em relação a nossos projetos pessoais. Combate traumas ligados à comunicação materna.

Bela-emília – Excelente calmante e tranquilizante para os temperamentos explosivos e as personalidades fortes.
Futuro lunar umbilical – Proporciona mais discernimento e fortalecimento na área emocional, evitando descontroles diante de situações muito negativas.

Boca-de-leão – Integra as energias superiores, mentais, com as inferiores, físicas, promovendo o encontro das energias instintivas com as da mente concreta. Para aqueles que são anjos e demônios, mas que não conseguem compatibilizar esses dois lados, necessitando encontrar o caminho do meio.
Integrativo laríngeo – Proporciona equilíbrio e segurança nos momentos de transformação consciente.

Bracatinga – Excelente vitamina para o corpo durante o dia, é um excitante da aura à noite. Combate a falta de fé e a tendência de se sentir fracassado e pessimista diante das experiências da vida.

Brinco-de-princesa – Integra e expande a sensualidade e a sexualidade para todo o corpo. Restaura a alegria do desejo e permite que a vaidade flua novamente. Desperta o bem-querer.
Presente lunar esplênico – Acelera o processo de retomada da energia vital e das defesas do corpo. Desperta a autovalorização interior, o Narciso.

Bromélia – Desintoxicante dos meridianos e canais de energia no corpo e na aura. Auxilia no processo de assimilação dos florais pelo corpo e pela memória, principalmente em pacientes que estejam intoxicados por drogas ou remédios. (Deve-se retirar mais um floral.)

Buquê-de-noiva – Catalisador dos florais em sua relação com os Quatro Elementos. Otimiza a atuação dos florais compostos, facilitando sua assimilação pela dinâmica dos Quatro Elementos. (É um forte indicativo da necessidade de se equilibrar os Quatro Elementos no paciente – deve-se retirar mais um floral.)

Cacto – Desperta a esperança e a força interior, combatendo o sentimento de solidão e a sensação de abandono.
Futuro solar frontal – Dinamiza a capacidade de observar, entender e traduzir as tendências futuras, estimulando a ver além do horizonte que se apresenta.

Calêndula – Excelente calmante da aura humana, diminui sua freqüência do exterior para o interior, rompendo a máscara daqueles que se mostram fortes e guerreiros exteriormente, mas que, por dentro, são frágeis e sensíveis.
Presente lunar laríngeo – Calmante e tranquilizadora, nos ajuda a assumir nossas limitações interiores, combatendo as tendências de autocobrança e de autocrítica.

Camarão – Excelente calmante da aura, proporciona vibrações de passividade, combatendo a ansiedade daqueles que não se conformam com a posição que ocupam, nem com o que possuem no momento presente.

Camélia – Excelente para o trabalho terapêutico, pois tem livre trânsito em toda a aura humana. Integra todas as regiões do corpo e da mente, auxiliando a despertar o autoconhecimento. Integra o corpo, a mente e o espírito.
Presente solar coronário – Desperta autoconfiança e discernimento acerca de nossas idéias e capacidade criativa, auxiliando-nos a liberar informações para o meio externo.

Cássia – Contrai e harmoniza o chakra coronário, melhorando o fluxo de energia. Proporciona bem-estar mental e combate pensamentos negativos da própria personalidade ou provocados por agentes externos.
Passado solar coronário – Promove a descarga de informações e lembranças negativas, combatendo pensamentos relacionados à insegurança de não ser capaz de realizar determinadas ações.

Cosmos – Impulsiona as forças telúricas quando se faz necessário combater a opressão provocada por ambientes públicos ou fechados. Proporciona segurança para expor idéias pessoais diante dos outros, conquistando-os por meio do brilho próprio.
Futuro solar cardíaco – Potencializa o arquétipo masculino, combatendo sentimentos de timidez e de inferioridade ao antever situações futuras.

Cravo – Expande a região emocional, liberando as emoções por meio da consciência ou das lágrimas.
Futuro solar umbilical – Fortalece a área emocional e estimula o discernimento em relação às emoções, para que elas não se dispersem em atitudes sem controle.

Crisântemo – Expande e dinamiza o chakra cardíaco e o coração, estimulando o amor incondicional e a capacidade de cura, principalmente naqueles que trabalham com a doação de energia por meio das mãos.
Presente solar cardíaco – Libera o centro cardíaco para o mundo externo, favorecendo o toque e a expressão do carinho. Fortalece o ego masculino.

Dália – Dinamiza e expande os chakras mentais, ampliando sua sensibilidade, bem como a intuição. Combate os excessos da mente concreta nos questionadores e naqueles que acreditam que para tudo tem de haver uma explicação. Estimula o contato entre o consciente e o inconsciente.
Futuro lunar frontal – Amplia a visão interna e aumenta a capacidade intuitiva. Expande os horizontes da percepção e tranquiliza a mente nos momentos de relaxamento profundo.

Dama-da-noite – Com forte movimento interior noturno, propicia momentos de introspecção profunda e de questionamento, auxiliando o indivíduo a reavaliar idéias e verdades pessoais até então consideradas imutáveis.

Flamboyant – Penetra na mente concreta, despertando os mecanismos de análise e de autocrítica. Combate o medo de se conhecer e de enfrentar a verdadeira personalidade que se possui por trás das máscaras, sem se preocupar com os julgamentos externos.
Presente lunar coronário – Amplia a capacidade de reflexão e a inteligência, intensificando o controle sobre toda a atividade mental.

Gerânio – Estimula as forças vitais, trazendo sensações de prazer e de realização em relação a tudo o que projetamos ou nos propomos fazer.
Sagitário – Este signo rege a casa 9 do zodíaco e representa os ideais interiores, bem como a capacidade de perceber o mundo externo a partir das idéias que se defende.

Gloxínia – Excelente calmante para a aura, torna-a passiva e tranquila, combatendo o “efeito dominó” originado das atitudes compulsivas. Estimula a pensar, executar e aguardar antes de dar o próximo passo.

Hibisco – Estimula o fluxo magnético na área sensual em todo o segundo corpo. Libera desejos reprimidos e fortalece a região urogenital. Para momentos de retomada da sensualidade e da capacidade procriativa, dos projetos pessoais ou dos que envolvem a família.
Presente solar esplênico – Desperta toda a potência da sensualidade e do gesto dirigido ao mundo exterior. Permite que a vontade e a segurança fluam nas questões materiais. Ativa a sensualidade e a vaidade corporal.

Hortênsia – Sensibiliza e integra os chakras mentais, aumentando as capacidades intuitiva e racional. Combate a tendência excessiva para a autocrítica; alivia a pressão na cabeça originada pelo excesso de leitura e pela hiperatividade racional.

Ipê – Direciona e harmoniza as informações da mente num só lugar, combatendo a dispersão mental e auxiliando a traçar as prioridades que o espírito julga mais adequadas para o momento.
Presente lunar frontal – Estimula a organização da mente e nos dá segurança, clareando a percepção de como devemos aceitar os desafios do intelecto no momento presente.

Ipoméia – Expande a energia do corpo e da aura para o ambiente exterior, abrindo canais de convivência harmoniosa com as outras pessoas, que pensam, agem e têm coisas diferentes a nos oferecer.
Futuro lunar laríngeo – Aumenta a capacidade técnica e criativa, sensibilizando-nos para a compreensão da experiência dos outros. Proporciona segurança para enfrentar a elaboração de grandes projetos.

Jacarandá – Ativa o fluxo magnético entre os dois hemisférios do cérebro, integrando razão e intuição, o pensar e o fazer, o projetar e o construir. Auxilia a discernir e a realizar.
Integrativo frontal – Promove o equilíbrio entre a razão e a sensibilidade, proporcionando clareza mental e bem-estar.

Jasmim – Organiza a dinâmica dos sonhos e limpa o inconsciente das informações excessivas geradas no dia-a-dia daqueles que não conseguem se desligar nem durante o sono.
Futuro lunar cardíaco – Potencializa o arquétipo feminino, combatendo a sensação de insegurança.

Lantana – Penetra nos meridianos, removendo tensões energéticas que se tornaram vícios, principalmente naqueles que vivem sob constante pressão ou que realizam tarefas e movimentos automáticos em seu dia-a-dia.
Passado solar frontal – Auxilia na limpeza de idéias prefixadas e refina a sensibilidade para a vidência por meio da glândula pineal; combate o esquecimento temporário.

Laranjeira – Calmante, sua característica é promover o relaxamento sem entorpecer. Adequada para aqueles que nunca se permitem descontrair durante qualquer atividade exercida no dia-a-dia, seja no trabalho, em casa ou mesmo em momentos de lazer.

Magnólia – De trabalho noturno, mergulha nos registros mais profundos da aura humana, até alcançar o corpo umeral. Desperta potencialidades adormecidas, trazidas da experiência espiritual anterior, proporcionando segurança quanto a nossas capacidades inconscientes.
Presente solar frontal – Proporciona clareza imediata a este chakra quando se analisa fatos e situações que estão diante de nós. Auxilia na tomada de decisões rápidas quando não há tempo para refletir longamente.

Manacá – Contrai e expande a aura incessantemente, proporcionando segurança e rapidez no fluxo do pensar e do fazer. Renova de maneira rápida e constante a mente, limpando-a de idéias fixas e preconcebidas, não permitindo que ela se torne estanque e imutável.

Maracujá – Mergulha na essência da individualidade, buscando a união dos opostos dentro do ser. Equilibra os lados masculino e feminino, despertando a capacidade de discernir quando agir e quando recuar, nos momentos em que se deve usar de sabedoria.
Integrativo cardíaco – Promove a integração das figuras paterna e materna, liberando imagens de separação dos pais. Integra o ego masculino com o feminino para gerar a criança alquímica.

Margarida – Contrai e fortalece as emoções, conduzindo a energia mental dispersa, os medos e inseguranças para a realidade da mente concreta, de modo a permitir que as informações sejam exploradas com mais segurança.
Escorpião – Este signo rege a casa 8 do zodíaco e representa a capacidade de se transformar por meio da auto-análise e da autocrítica.

Paineira – Mergulha profundamente no inconsciente e no oitavo chakra umeral, tentando desbloquear traumas vividos no passado. Transforma experiências do passado em potencialidades para o futuro, de modo a não se perder tempo com informações que, mediante trabalhos de autoconhecimento, se consideram ultrapassadas.
Passado lunar coronário – Facilitador do acesso ao mundo dos sonhos, abre as portas para o inconsciente e seus símbolos. Proporciona a consciência de registros anteriores, aumentando a capacidade de reflexão sobre nós mesmos.

Pata-de-vaca - Melhora o fluxo de energia no chakra umbilical, combatendo a ansiedade daqueles que querem fazer e resolver tudo sozinhos, acreditando não necessitarem da ajuda de ninguém, mas que, interiormente, cobram esse auxílio das pessoas.

Primavera – Vibra em todo o corpo, penetrando e dinamizando todos os chakras e meridianos. Estimula o despertar de um tempo novo para se organizar em relação à prática de tudo aquilo sobre o que se refletiu.
Virgem – Este signo rege a casa 6 do zodíaco e representa a saúde pessoal e a organização.

Prímula – Atua no chakra laríngeo e região da boca, conferindo dinâmica e energia a essa região. Combate a tendência de deixar gritos presos na garganta e a timidez vocal.
Passado solar laríngeo – Limpa e dinamiza a força da palavra e dos projetos da mente concreta. Combate traumas relacionados à comunicação com a figura do pai.

Quaresmeira – Ativa a sensibilidade mediúnica, protegendo os canais de comunicação espiritual. Facilita a entrada em estados meditativos e contemplativos.
Futuro lunar coronário – Amplia a sensibilidade mediúnica, facilitando a comunicação com os planos energéticos mais profundos e sutis.

Saudade – Atua na integração do chakra cardíaco com o oitavo chakra umeral, estimulando a consciência que permite assumir a responsabilidade sobre nosso próprio caminho. Combate a tendência de culpar o mundo externo por nossas falhas e incapacidades diante do karma pessoal.

Sibipiruna – Acalma a mente e redireciona sua energia para as coisas simples e óbvias. Combate a tendência a jamais concluir um projeto por sempre achar que falta alguma coisa a ele.

Suinã – Ativa as forças de defesa interior, integrando o instinto e a palavra. Fortalece o ego diante das situações de opressão em que se faça necessário dizer “não”.

Trombeta-de-anjo – Ativa os sonhos e devaneios; amplia a crença nos próprios ideais e utopias que, de início, julgamos mirabolantes.

Yuca – Calmante para os chakras umbilical e frontal, combate o mau humor gerado por fatores externos, anulando nossa sintonia com conflitos que não nos dizem respeito, bem como a tendência a nos envolvermos com eles.

Flor de Lótus

Plantas III – Flores Especiais (altas vibrações) 

Antúrio – Favorece e relaxa a relação entre o corpo e o espírito, ajudando a compreender profundamente o desapego em relação a pessoas, lugares e objetos. Desperta sentimentos altruístas por tudo aquilo que nos cerca, elevando o todo da vibração pessoal para a compaixão e o desapego.

Flor-de-lis – Atuando na área sentimental e umeral, amplia a consciência acerca da família universal e ajuda a soltar as amarras que nos prendem ao passado. Dinamizadora do caminho pessoal, libera os cordões umbilicais que nos envolvem com problemas familiares e alheios a nós.

Girassol – Integra as forças do Eu Superior e do Eu Inferior, fortalecendo a personalidade e o espírito. Desperta a consciência dessa dualidade, favorecendo a capacidade de liderar naturalmente e com discernimento, de modo a saber quando dizer “sim” e quando dizer “não” diante do coletivo.
Leão – Este signo rege a casa 5 do zodíaco e representa a força do amor-próprio e a capacidade de liderar.

Lótus – Reorganiza o caos interior nos momentos profundos de iniciação, despertando a consciência da necessidade de nos conhecermos, de explorarmos nossos limites e de respondermos com dignidade por todas as nossas ações anteriores.

Mandacaru – Amplia a consciência e o horizonte espiritual, despertando-nos para o fato de que não somos só carne. Explora todos os potenciais do espírito, conferindo clareza e segurança acerca do caráter natural – e inerente à evolução de cada ser – dos processos de morte e renascimento.

Orquídea – Estimula o centro coronário, ampliando sua energia e a sensibilidade mediúnica. Abre os canais de comunicação telepática com as esferas elevadas e nos coloca em condições de atuar como instrumentos da inspiração divina, a fim de que ajudemos, por meio de aconselhamentos, aqueles que nos buscam.

Rosa – Atua sobre o coração, amplificando a energia da cura e liberando a energia do Eu Superior. Desperta a consciência do amor ao próximo e da responsabilidade em relação ao exemplo de vida, abrindo nossa percepção para o amor Universal.




Fonte: Joel Aleixo

Fonte secundária: http://sagradofeminino.saberes.org.br/


Imprimir ou Salvar em PDF

Print Friendly and PDF