background

7 de maio de 2017

SABEDORIA DIVINA DA NATUREZA - EP 01 - ARTEMÍSIA



O primeiro episódio dessa série está sendo dedicado a uma linda planta conhecida como Artemísia (Artemisa vulgaris).




É uma planta revestida de magia e mistério. Conhecida como "a erva da vida", "a erva das bruxas" ou “a deusa das plantas”. É considerada sagrada para os orientais.

Seu nome é em honra a Ártemis, a deusa grega, protetora dos partos; (Diana, entre os romanos, deusa da caça e da castidade).

Fitoenergética


CHÁ E SUA FUNÇÃO FITOENERGÉTICA:


É a função do chá relacionada ao poder oculto, ou à energia sutil da planta que atua na alma humana, no campo dos pensamentos, sentimentos, emoções e até no campo espiritual.

Para usar a Fitoenergética, você também precisa saber combinar as plantas de acordo com as suas faixas de frequência e montar um composto com a polaridade correta. Contudo, uma simples oração no momento do preparo já será suficiente para que a fitoenergia seja ativada.


Propriedades espirituais


A artemísia auxilia a vidência; visão interior; estado de transe meditativo; viagens astrais; visões do futuro e sonhos psíquicos; e também ajuda na descalcificação da glândula pineal.

Recompõe a energia feminina, ajudando a mulher a resgatar sua feminilidade, maternalidade e sensibilidade.

Deve ser usada por pessoas que constantemente precisam de uma limpeza energética profunda e quando há necessidade de limpeza profunda de toxinas físicas e energética.

Queimada com o auxílio de um defumador no aposento de dormir ela elimina as energias negativas.

Na cultura Celta, durante a Idade Média, as folhas secas da artemísia eram penduradas na porta das casas servindo de escudo e de proteção contra espíritos indesejados. Pode ser utilizada com o mesmo propósito exposta em vasos ou em forma de guirlandas.

Os índios ainda usam a artemísia hoje em dia, para fins espirituais. Usam a erva para purificação do espírito, para dispersar doenças e forças negativas.

Travesseiros recheados de artemísia auxiliam nas viagens astrais e nos sonhos proféticos.

Nas pessoas que foram vítimas de possessão, mau-olhado, obsessões e larvas astrais, espalha-se a fumaça da artemísia seca e queimada pelo ambiente.

Ramos de artemísia presos à porta de casa evitam a entrada de energias negativas.

Usada como Floral (de Minas) a artemísia promove purificação do corpo físico, mental e espiritual; sendo ideal para situações de emergências onde a vibração mal qualificada dificulta o entendimento.

Artemísia é a erva da mulher, para recompor o Eu feminino, para ajudar a mulher a se integrar muito mais no seu papel, com sua maternalidade e sensibilidade. É ótima para mulheres que precisam ser sempre fortes, ou que não se assumem inteiramente, pois precisam fazer numa grande parte da sua vida, papel de homens. Essas mulheres têm normalmente problemas menstruais. Também é conhecida desde a antiguidade por ajudar nos partos.

Em geral, depois que você começa a tomar, demora algumas semanas para que surjam os primeiros resultados, mas, para algumas pessoas, bastam algumas horas para que elas já comecem a se sentir melhor.

Esta planta faz com que a pessoa se sinta pisando num terreno seguro e consiga olhar com mais objetividade para a própria vida. Em alguns casos, no entanto, ela pode interferir nos trabalhos de magia, pois amortece um pouco os sentidos e torna mais difícil a percepção das energias.


O incenso de Artemísia é bem procurado por ser também uma ótima opção.


Propriedades Medicinais


Na antiguidade já era utilizada principalmente para cicatrizar feridas, queimaduras e tratamento para úlceras externas por meio de infusão das flores da artemísia em azeite de oliva.
A artemísia é a principal erva do aparelho uro-genital feminino. Previne doenças, regulariza o ciclo menstrual, alivia as cólicas.

Seu principal componente é um óleo essencial que varia de cor verde-azulada e amarelo-castanho que possui: adenina, colina, cineol e tujona, flavonóides, taninos, saponinas, resinas, artemisinina, e princípios amargos.

Suas propriedades medicinais conhecidas são o efeito de: analgésico, febrífugo, antiespasmódico, anticonvulsivo, diurético, sedativo, anti-inflamatório, tônico, calmante, digestivo, vermífugo (tênia, lombrigas e oxiúros) e regulador da menstruação. É uma das plantas mais completas na Flora Medicinal.

Partes usadas: raiz, caule, folhas, flores (conforme a espécie).

Contraindicações


- Sucos e extratos são tóxicos. A infusão ajuda a eliminar parte da toxidade. Não deve ser utilizada por quem se encontra em tratamentos radioterápicos, gestantes ou durante a amamentação.

- Não se esqueça de que as ervas têm um princípio ativo assim como qualquer medicamento de farmácia, por isso não podem ser tomadas sem indicação de um especialista.

- Por ser uma erva abortiva, NÃO DEVE SER USADA por MULHERES GRÁVIDAS em hipótese alguma, como já citamos acima. Também não deve ser ingerida por crianças.
Também não é recomendado para mulheres que amamentam pois “amarga o leite”, segundo a sabedoria popular.




NotaEste artigo refere-se a tratamentos caseiros e naturais. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.


Fonte: GIMENES, Bruno J. Fitoenergética – A Energia das Plantas no Equilíbrio da Alma. 6ª ed. Nova Petrópolis: Luz da Serra Editora, 2012.

http://universodaespiritualidade.com/

http://magiadailha.blogspot.com.br/2012/05/artemisia-propriedades-e-usos-2-parte.html

Colaboração: Tania Campos, Daniele Schutz, e Nicole Fontana.

Namastê!

DEMAIS EPISÓDIOS AQUI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Imprimir ou Salvar em PDF

Print Friendly and PDF